Seja muito bem-vinda/e/o à Rede Comuá!

Pela primeira vez na América Latina, o #ShiftThePower Summit retorna em 2023

Representantes da sociedade civil de todo o mundo se reunirão em Bogotá, Colômbia, entre os dias 5 e 7 de dezembro para mostrar outras formas de se fazer filantropia

Em 2016, em Johanesburgo, África do Sul, nascia o que Jenny Hodgson, Diretora Executiva do Global Fund for Community Foundations (GFCF), definiu como “um dos movimentos por mudança da filantropia mais inspiradores e dinâmicos”.  A Conferência Global sobre Filantropia Comunitária, organizada pelo GFCF, reuniu mais de 400 pessoas oriundas de 70 países.  O recado que se queria transmitir era claro: precisamos encarar e rever as lógicas de poder que regem o setor da filantropia e da ajuda humanitária internacional e trazer as comunidades para o centro do debate. Desse encontro, nasceu assim a hashtag #ShiftThePower (#SubvertaOPoder, em tradução livre), que logo viralizou nas redes sociais e tem inspirado lideranças da sociedade civil em todo o mundo nos debates sobre o setor e suas práticas.

O Brasil não poderia ficar de fora deste movimento global. Além de presente na Conferência, a Rede Comuá fez também uma adaptação dessa hashtag para #PoderParaAsComunidades. Através dela (junto com #ShiftThePower), buscou-se evidenciar as histórias, práticas e saberes de organizações membro da Rede que, através do grantmaking para justiça social, têm rediscutido as lógicas de poder no setor e mostrado que, sim, há alternativas possíveis – e a filantropia comunitária e justiça social é justamente uma delas.

Rumo a Bogotá

Após sete anos desde a realização da última conferência global, lideranças da sociedade civil, ativistas, representantes de redes, movimentos sociais e coletivos de todas as partes do mundo se reunirão entre os dias 5 e 7 de dezembro de 2023, na cidade de Bogotá, Colômbia, para mais uma edição do #ShiftThePower Summit. Pela primeira vez na América Latina, o evento vai muito além de usar uma hashtag – seu objetivo é inspirar e mobilizar representantes da sociedade civil de todo o mundo, em especial de países do Sul Global, que estão na linha de frente da construção de novas formas de se fazer filantropia e desenvolvimento internacional, verdadeiramente centrados nas comunidades e nas pessoas.

A Rede Comuá segue de perto a construção dos caminhos rumo a Bogotá. Além de membro do comitê organizador, a Rede também estará presente na conferência, a fim de compartilhar as experiências da filantropia comunitária e justiça social no Brasil e somando forças a esse movimento global.

Não deixe de conferir as informações sobre a conferência no site oficial do evento e nas redes sociais da Rede Comuá (@redecomua). A programação está sendo construída de forma colaborativa e em breve será anunciada. 

Venha fazer parte deste movimento!

CONTINUE LENDO

Medindo o bem-estar das comunidades: para além dos números e das agendas de doadores
Medindo o bem-estar das com...
10 de junho de 2024
A escassez de financiamento direto e flexível para direitos humanos no Sul e Leste globais: reflexões sobre o cenário brasileiro
The lack of direct and flex...
7 de junho de 2024
Publicação sobre comunicação comunitária e filantropia será lançada em junho
Publicação sobre comunicaçã...
24 de maio de 2024
Medir o que Importa é político!
Medir o que Importa é polít...
24 de maio de 2024
Carregando mais matérias....Aguarde!