Seja muito bem-vinda/e/o à Rede Comuá!

RFJS avançou em parcerias, produção de conhecimento e estratégias coletivas para incidência em 2021

Por Mônica Ribeiro

Já está disponível no site institucional o Relatório Executivo 2021 da Rede de Filantropia para a Justiça Social (RFJS).

O ano foi muito significativo em termos de aprendizado coletivo junto às organizações membro e de construção de estratégias programáticas, de parcerias e no campo da produção de conhecimento no sentido de promover a sua missão de fortalecer e ampliar o campo da filantropia comunitária e de justiça social.

A Rede deu grandes passos no desenvolvimento de estratégias coletivas de incidência no contexto dos ecossistemas filantrópicos local e internacional para posicionar as suas agendas estratégicas.

Foi iniciada a reestruturação da área programática, com a criação de um Programa de Incidência que visa fortalecer a agenda do grantmaking, da filantropia comunitária e de justiça social junto a diversos atores, envolvendo atividades de fortalecimento de capacidades dos seus membro e estruturado a partir de quatro comunidades de práticas: monitoramento e avaliação; segurança e proteção, comunicação e narrativas; e grantmaking, tecnologias sociais e mobilização de recursos.

A reestruturação da área programática também envolveu a criação e implementação de uma estratégia de comunicação orgânica e articulada com o Programa de Incidência. As organizações membro participaram de encontros entre comunicadores, que dão corpo à Comunidade de Práticas de comunicação e narrativas.

2021 foi também o ano em que foi iniciado o Programa Doar para Transformar, com apoio da cooperação holandesa envolvendo uma aliança com oito países (Brasil, Burkina Faso, Etiópia, Gana, Palestina, Quênia, Palestina e Uganda) e 13 organizações membro que têm fortalecido ainda mais a atuação da Rede.

A produção e disseminação de conhecimento pela Rede foi incrementada em 2021, com elaboração de publicações sob o selo Doar para Transformar, que tem como objetivo criar um espaço de reflexão e debate, reunindo conhecimento de debate teórico, de fortalecimento de capacidades e compartilhamento de experiências.

No fim de 2021, a Rede abriu mais uma vez a possibilidade de apoio a projetos desenvolvidos pelas organizações membro a partir da doação de 1 milhão de reais em duas linhas de atuação: (1) desenvolvimento de estratégias, ações e produtos para o fortalecimento do programa de incidência da RFJS; (2) desenvolvimento de ações e produtos na área de proteção e segurança (digital, jurídica, autocuidado etc).

Todas essas ações articuladas em torno da Rede e de seus integrantes seguem, assim, contribuindo para fortalecer a agenda de incidência por meio do apoio às organizações membro, do desenvolvimento de parcerias e estratégias que incidam sobre o ecossistema filantrópico, promovendo a agenda da filantropia comunitária e de justiça social, e com notáveis desdobramentos projetados para 2022.

Esses e outros dados podem ser conferidos no Relatório Executivo 2021 da RFJS, já disponível para acesso no site.

CONTINUE LENDO

O Papel Transformador da Afroecologia e da Filantropia Comunitária na busca por Justiça Socioambiental
O Papel Transformador da Af...
23 de fevereiro de 2024
Rede Comuá lança a segunda turma do Programa Saberes, com nove participantes
Rede Comuá lança a segunda ...
23 de fevereiro de 2024
Censo GIFE 2022: uma breve leitura dos dados à luz da filantropia comunitária
Censo GIFE 2022: uma breve ...
18 de janeiro de 2024
Poder pra Respirar
Poder pra Respirar: reflexõ...
18 de janeiro de 2024
Carregando mais matérias....Aguarde!