Seja muito bem-vinda/e/o à Rede Comuá!

Tecendo redes de direitos e de confiança: apoiar mídias comunitárias é urgente e estratégico

Tecendo redes de direitos e de confiança: apoiar mídias comunitárias é urgente e estratégico

Comuá
Sobre 4 de julho de 2024

Vivemos uma crise de confiança na comunicação. Quase metade das pessoas brasileiras – 47% da população – evitam ler notícias. No entanto, elas seguem interessadas em informações “úteis”, “que ajudam a tomar decisões” e que sejam “sobre pessoas como eu”. Foi com esse alerta, baseado no recente Relatório de Mídia Digital do Instituto Reuters, que Mônica Nobrega abriu o lançamento da publicação Filantropia e comunicação comunitária: caminhos para o fortalecimento da comunicação por direitos no contexto da sociedade civil no Brasil, no dia 20 de junho de 2024.

Por que precisamos ampliar o financiamento para organizações LGBTQIAPN+?

Por que precisamos ampliar o financiamento para organizações LGBTQIAPN+?

Comuá
Sobre 28 de junho de 2024

Recentemente, temos testemunhado uma tendência preocupante no financiamento de iniciativas voltadas aos direitos LGBTQIAPN+ por parte do Investimento Social Privado (ISP). Essa tendência tem apontado para uma série de transformações e recuos, como as recentes práticas anti-diversidade nos Estados Unidos e o avanço de agendas contrárias aos direitos humanos e aos direitos LGBTQIAPN+, afetando diretamente as organizações e movimentos brasileiros, que seguem lutando para existir e resistir. 

CESE é o novo membro da Rede Comuá

CESE é o novo membro da Rede Comuá

Comuá
Sobre 22 de junho de 2024

Fundada em 1973, no auge da ditadura militar, a CESE  (Coordenadoria Ecumênica de Serviço) é composta por seis igrejas cristãs e atua na promoção, defesa e garantia de direitos em todo o país.  Desde então, afirma um novo conceito de diaconia, superando o assistencialismo e atuando nas causas dos principais problemas sociais, colocando-se mais próxima das populações mais vulnerabilizadas que procuram formas de organização, mobilização e educação para transformar a realidade.

Rede Comuá lança publicação sobre filantropia e comunicação comunitária

Rede Comuá lança publicação sobre filantropia e comunicação comunitária

Comuá
Sobre 22 de junho de 2024

O fortalecimento do jornalismo local e de iniciativas de comunicação comunitária é um caminho importante e fundamental para o desenvolvimento das comunidades e para a defesa da democracia.

Rede Comuá lança iniciativa “Comuá pelo Clima”

Rede Comuá lança iniciativa “Comuá pelo Clima”

Comuá
Sobre 22 de junho de 2024

Nos últimos anos, em especial nas COPs (Conferências do Clima da Organização das Nações Unidas) e em diversos fóruns nacionais e internacionais de debate sobre clima, muito se tem falado sobre a importância  de fazer chegar recursos às comunidades e territórios mais afetados pelos efeitos extremos das mudanças climáticas. No entanto, o grande desafio é fazer com que eles cheguem aos territórios, a grupos e movimentos de base.

Anterior Próximo
Tecendo redes de direitos e de confiança: apoiar mídias comunitárias é urgente e estratégico

Tecendo redes de direitos e de confiança: apoiar mídias comunitárias é urgente e estratégico

Vivemos uma crise de confiança na comunicação. Quase metade das pessoas brasileiras – 47% da população – evitam ler notícias. No entanto, elas seguem interessadas em informações “úteis”, “que ajudam a tomar decisões” e que sejam “sobre pessoas como eu”. Foi com esse alerta, baseado no recente Relatório de Mídia Digital do Instituto Reuters, que Mônica Nobrega abriu o lançamento da publicação Filantropia e comunicação comunitária: caminhos para o fortalecimento da comunicação por direitos no contexto da sociedade civil no Brasil, no dia 20 de junho de 2024.

Por que precisamos ampliar o financiamento para organizações LGBTQIAPN+?

Por que precisamos ampliar o financiamento para organizações LGBTQIAPN+?

Recentemente, temos testemunhado uma tendência preocupante no financiamento de iniciativas voltadas aos direitos LGBTQIAPN+ por parte do Investimento Social Privado (ISP). Essa tendência tem apontado para uma série de transformações e recuos, como as recentes práticas anti-diversidade nos Estados Unidos e o avanço de agendas contrárias aos direitos humanos e aos direitos LGBTQIAPN+, afetando diretamente as organizações e movimentos brasileiros, que seguem lutando para existir e resistir. 

CESE é o novo membro da Rede Comuá

CESE é o novo membro da Rede Comuá

Fundada em 1973, no auge da ditadura militar, a CESE  (Coordenadoria Ecumênica de Serviço) é composta por seis igrejas cristãs e atua na promoção, defesa e garantia de direitos em todo o país.  Desde então, afirma um novo conceito de diaconia, superando o assistencialismo e atuando nas causas dos principais problemas sociais, colocando-se mais próxima das populações mais vulnerabilizadas que procuram formas de organização, mobilização e educação para transformar a realidade.

Ante Próx

MEMBROS

logos
baoPrancheta 1
Brazil
cfPrancheta 1
logos
Fundo Elas
funbea
logo
brasil
Prancheta 2
fpoPrancheta 1
icomPrancheta 1
icsPrancheta 1
inst baixada
procomum novo
ispn2
rmPrancheta 1
tabPrancheta 1
banner hub de conteúdo1920-2
banner saberes1920-3
banner hub de conteúdo sm 2
banner saberes sm 2

REDE COMUÁ

PROGRAMA DE INCIDÊNCIA

Um dos programas da Rede Comuá é o Programa de Incidência, que tem o objetivo de avançar a agenda da filantropia comunitária a níveis local, nacional e internacional.

Impacto coletivo das organizações membro da Rede Comuá

Organizações
0
doados para justiça social em 2022
+ 0 m
apoios realizados em 2022
+ 0 mil

APOIOS INSTITUCIONAIS

baoPrancheta 1
gfc pt1
brasil
Prancheta 2
GFCF site
icsPrancheta 1
iaf
logos
oakPrancheta 1
porticusPrancheta 1
kellPrancheta 1
wellspring

PARCERIAS INSTITUCIONAIS

2Prancheta 1
Logo_GIFE_azul
5Prancheta 1
Iniciativa Pipa
logos
6Prancheta 1
ponteAponte
SSIR Brasil
https://www.vmca.adv.br/
wings site copy

ASSINE NOSSa newsletter